Bate-papo online: Tudo o que você precisa saber sobre Internet das Coisas! IoT chega ao Varejo

Bate papo online: CEO da Navita, Roberto Dariva e Vicente Rezende, Sócio da FX Retail Analytics.

Durante o primeiro bate papo online realizado pela Navita, o CEO Roberto Dariva recebeu o sócio da FX Retail Analytics, Vicente Rezende, para falar sobre como a Internet das Coisas já está impactando o consumo.

Especializada em prover dados de comportamento do usuário no varejo, a FX desenvolveu um dispositivo próprio conectado a um sistema operacional que usa múltiplos sensores para entender o comportamento do cliente dentro da loja.

Esse dispositivo permite identificar diversos indicadores como: o fluxo de visita no ponto de venda; quanto tempo o cliente ficou na loja, quantas vezes ele retorna; quais lojas da rede ele visita;  qual o número de pessoas que viram a vitrine e acabaram entrando no estabelecimento, entre outras informações, contribuindo para um crescimento grande em eficiência.

É o live retail – o varejo orientado a dado, que deve gerar uma grande transformação no varejo. A IoT possibilita ao varejo uma capacidade de mensuração de coisas que nunca foram mensuradas antes. E o melhor é que essa solução já está disponível para empresas de todos os tamanhos e segmentos.

“O que estamos fazendo é trazer o web analitcs para o varejo físico. Os sensores vão ser os responsáveis por trazer o mundo para o universo digital. Fazem a ponte entre o mundo físico e o virtual”, explica Vicente.

Mas, além de entender o comportamento dos clientes, será possível criar oportunidades de negócio com os sensores?

De acordo com ele sim. E muito.

E para isso, será necessário desenvolver profissionais que trabalhem com fluxo muito grande de informação e que saiba entender o que os dados estão dizendo.

E os desafios existem?

 

Claro que sim, segurança e privacidade são apenas algumas delas.

Mas, o especialista relativiza essa preocupação. De acordo com Vicente quando o serviço ou conteúdo disponibilizado ao usuário é relevante, a  preocupação com a segurança diminui.

O uso do waze é um exemplo. O serviço que ele oferece é tão relevante que o risco que ele traz não tem relevância ao usuário. “A hora que você liga o aplicativo você envia uma série de informações super delicadas que podem colocar em risco a sua segurança, mas o serviço que ele te presta é tão relevante que essa preocupação diminui.”

A mesma lógica ele usa para os anúncios das empresas em sites e redes sociais. “É como ir ao restaurante preferido e nem precisar fazer o pedido, o garçom já sabe o que você quer, é uma experiência incrível”.

Ficou em dúvida? Elas são muitas e não param por aqui:

A IoT vai mudar a maneira de fazer negócio?

Vão surgir novas profissões?

É para empresas de todos os tamanhos?

 

Para saber essas e outras questões, assista ao vídeo da conversa na íntegra.

Escreva para contato@navita.com.br e compartilhe suas experiências e reflexões sobre o assunto.

VEJA O BATE-PAPO!

 


Veja também a websérie especial realizada pela Navita sobre IoT.

 

 

 

Adicionar comentário