BYOD: 43% das empresas possuem colaboradores que usam celulares pessoais com conteúdo corporativo

Você sabia que o uso de dispositivos móveis pessoais é comum no ambiente corporativo?

E que boa parte das empresas não possui um programa de gestão destes dispositivos?

A Navita acaba de lançar o white paper BYOD – Prós e Contras com dados de um estudo realizado com mais de 200 gestores de TI, realizado no segundo semestre de 2015, que retrata o nível que as empresas brasileiras estão na implementação de um programa BYOD.

Um novo estudo realizado pela Navita mostra o que as empresas pensam e fazem sobre programas de BYOD.

Com Know How de mais de 13 anos trabalhando com mobilidade corporativa e principalmente vivenciando toda a evolução deste tema no mercado e rotina das companhias, a Navita procura apresentar suas considerações com os pontos negativos e positivos para a implementação de um programa de BYOD.

Os dados mostram que o BYOD é um tema bastante presente nas empresas, visto que 17% já possui o programa, mesmo que embrionário e 51% relata que pretende implementar, totalizando 68% dos entrevistados se preocupando com BYOD.

Para 17% que respondeu possuir um programa de BYOD, pode-se verificar 77% ainda em processo inicial de implementação, sendo destes, 43% em fase embrionária.

Muito se falou em BYOD como um vetor de redução de custos, pensando que ao evitar a compra de dispositivos móveis, todo o valor seria usado como redução, mas isso não é uma verdade absoluta. Muitas vezes um programa pode não reduzir custos, pelo contrário. E não podemos fazer algo só porque está na moda.

Saiba quais são os prós e contras do programa de BYOD, clicando aqui!

25 de maio de 20160

Adicionar comentário