BYOD (Bring Your Own Device): Qual a política de sua empresa?

O fenômeno da “consumerização” trouxe mais complexidade para o mundo empresarial. Antes os funcionários não tinham acesso a equipamentos utilizados em suas rotinas de trabalho, hoje praticamente todos possuem um Smartphone ou Tablet pessoais e muitas vezes querem utilizá-los no trabalho. Esse fenômeno conhecido por BYOD (Bring Your Own Device) gera redução de custo, porém, traz novas ameaças e vulnerabilidades à segurança corporativa.

Qual a política de sua empresa para isso? Você permite que um funcionário utilize seu aparelho pessoal para acessar dados da empresa?

São dois pontos importantes a serem observados com relação a isso. O primeiro deles é jurídico/trabalhista, onde um funcionário pode dizer que estava trabalhando 24h pela empresa em seu próprio telefone e você terá dificuldades para se justificar. Outro ponto é com relação às informações de sua empresa. Quando este funcionário sair de sua empresa, o que fazer com os dados (e-mails, planilhas, arquivos etc) que ficaram armazenados no seu equipamento pessoal? Para resolver o primeiro ponto é importante ter um instrumento jurídico assinado entre a empresa e seu funcionário isentando a empresa de certas responsabilidades. Para o segundo, é necessário alguma tecnologia e existem ferramentas específicas para isso.

Assista ao Webinar realizado por nosso CEO – Roberto Dariva: 14 Passos Para Seu Programa de BYOD Dar Certo

Adicionar comentário