Navita participa do principal Congresso de Mobilidade Corporativa do mundo

O Mobile World Congress 2017, realizado em Barcelona de 27 de fevereiro a 2 de março,  confirmou todas as tendências de tecnologia que tem-se falado nos últimos meses. A Internet das Coisas chegou para ficar.  Grandes empresas mundiais apresentaram lançamentos que em breve estarão disponíveis no mercado.

O carro conceito da Mercedes é um bom exemplo. O veículo autônomo e elétrico será lançado em 2018 na Alemanha, já com um SIM card no painel que dará toda a conectividade com uma série de funcionalidades de mobilidade IoT.

IMG_4065
Ainda sobre Internet das Coisas outra forte presença é a dos dispositivos para a área de saúde. Em breve, diversos aparelhos estarão à venda e conectados via smartphones com foco no usuário final, para medir pressão, batimento cardíaco, enviar alertas do horário de remédios etc.

IMG_4067

Outra mega tendência de destaque no congresso foi a inteligência artificial. O tema foi amplamente abordado no evento e diversas operadoras apresentaram o lançamento de plataformas próprias para inteligência artificial.

A Navita também esteve entre os principais parceiros globais da Samsumg, durante o Samsumg Mobile Enterprise Summit, evento especial realizado somente com a presença dos principais parceiros globais da marca, onde foram divulgados alguns anúncios sobre os investimentos no mercado B2B.

IMG_4071

Para o mercado mobile corporativo, o lançamento de destaque da Samsung foi o Galaxy Book com Windows 10, que traz um conceito muito interessante, pois elimina a necessidade de um computador. Um outro conceito apresentado foi o uso do smartphone como computador, usando uma dock station é possível fazer a projeção em uma tela maior e o usuário trabalha normalmente. O Samsumg Flow também é outra plataforma que promete revolucionar a mobilidade corporativa, facilitando o acesso às informações de smartphones e tablets diretamente no PC.

IMG_4070

Além do contato com o que há de mais inovador no mercado mobile, a Navita estabeleceu uma série de contatos e reuniões estratégicas com parceiros e clientes globais, com objetivo de ampliar a expansão no mercado internacional.

Resultados desta estratégia já podem ser observados com o case da parceria global com a Telefonica, onde somente no primeiro ano de aliança já alcançou mais de R$ 2 milhões de receita. Leia o case na íntegra.

 

Adicionar comentário