Serviço de voz é o que gera maior dúvida das empresas na contratação de telefonia

39% das empresas que participaram do webinar “Uso de pacotes de telefonia corporativa no Brasil” afirmaram ter dúvidas na hora de contratar o serviço de voz; outros 32% apontaram o roaming internacional como o de maior dificuldade e outros 14%, dados.

Nenhuma empresa indicou problema com a contratação de SMS, porém, o estudo realizado pela Navita, que analisou mais de 100 mil linhas, em um período de oito meses, demonstrou uma situação distinta: há um desequilíbrio muito grande na contratação deste tipo de serviço. Pelo menos, 51% dos gastos foram com custos excedentes, com um valor muito maior do que o definido em contrato.

Aliás, o estudo apontou inadequações na contratação de todos os serviços. Uma das orientações indicadas pelo CTO da Navita, Fábio Nunes para evitar esse desperdício, é o bloqueio do uso de roaming internacional para todas as linhas da empresa e a contratação de pacotes específicos apenas em situações que houver necessidade.

O serviço de roaming é o principal ofensor dos custos de voz, com um valor fora do pacote, no mínimo, 30% mais caro do que em contrato, custando para as empresas mais de R$ 2.4 milhões.

O diretor lembra ainda que somente a gestão das contas dos funcionários pode reduzir em 20% a conta telefônica. Além da redução de custos, a boa gestão de telefonia pode contribuir para análise dos contratos, rateio de custos adequado, controle de inventário e melhor planejamento dos investimentos em telecom.

Dentre as empresas que participaram do webinar, 46% afirmam que fazem gestão de telefonia, porém, somente 17% faz adequação constante e outros 37% ou contratam pacotes grandes para evitar o pagamento avulso ou não fazem a gestão de telefonia.

Veja outras dicas de como contratar adequadamente os pacotes de telefonia:

– avalie em sua fatura se você está pagando por serviços excedentes;

– saiba qual é o custo adicional que sua empresa tem com cada tipo de contratação avulsa;

– procure por pacotes ilimitados em sua operadora (flat FEE, total share). Geralmente valem a pena. Mas, cuidado com as pegadinhas. Alguns serviços ilimitados, não são tão ilimitados assim, especialmente em relação a dados. 54% das empresas que participaram do webinar não tem este tipo de contratação.

– verifique linhas sem uso e providencie o cancelamento.

– atenção para a contratação de pacotes de SMS, geralmente o custo não se justifica.

Assista o webinar na íntegra e baixe o estudo Uso de pacotes de telefonia corporativa no Brasil


Leia também:
Gestão de Telefonia Eficiente – 12 recomendações para reduzir custos

Adicionar comentário