Telegram X Fake News: Quais os perigos e como se proteger

Recentemente o Telegram apresentou um número significativo em relação a sua instalação em dispositivos celulares nacionais, cerca de 60% dos celulares têm o aplicativo instalado. Mas embora esteja no auge de sua fama o aplicativo corre alguns riscos, até mesmo a suspensão no país.

Após o avanço do aplicativo nas redes e a chegada das eleições, consequentemente a segurança de entregar conteúdos coerentes e que condizem fielmente com as campanhas eleitorais foi algo abordado pelas autoridades.

O Telegram sendo uma plataforma com grande alcance desse conteúdo, foi alvo de críticas por não terem um posicionamento em relação a publicações que violam as regras sobre a propagação de informações enganosas ou duvidosas, as conhecidas FAKE NEWS.

Visto este cenário, buscar por alternativas que controlem a instalação e uso desses aplicativos é o ideal.

Como se proteger

Você sabia que a Navita pode ser um grande aliado para que isso não aconteça? Além de possibilitar o bloqueio dos aplicativos e sites que não condizem com seu ambiente corporativo, sabemos que essa situação também pode estar atrelada a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), tendo em vista que divulgação de dados funcionários não autorizados podem acarretar em multas chegando a R$ 50 milhões e, inclusive, processos trabalhistas em determinado momento, sendo de extrema importância que as empresas coloquem como objetivo ações que visem diminuir esse índice. 

Adicionar comentário