Conheça 4 benefícios do gerenciador de dispositivo móvel

O uso de smartphones, tablets e outros equipamentos desse tipo é imprescindível na contemporaneidade, pois trata-se de instrumentos que são utilizados para se comunicar com clientes, fornecedores, colegas de trabalho etc. O gerenciador de dispositivo móvel, assim, tem papel importante e você entenderá por quê.

Cabe às empresas fazerem investimentos nesse tipo de equipamento para os seus colaboradores. Neste post, vamos esclarecer as principais dúvidas que os gerentes de TI ou responsáveis pela gestão dos dispositivos têm sobre o assunto. Daremos ênfase aos quatro benefícios do gerenciador de dispositivo móvel. Confira a seguir!

Qual é a importância de um software gerenciador de dispositivo móvel?

Os dispositivos móveis estão presentes no dia a dia das organizações nas mais diversas atividades. Assim, caso não haja gestão adequada, não haverá controle do uso nem produtividade dos colaboradores.

O uso de um software gerenciador de dispositivo móvel atua justamente nesse sentido, gerenciando as configurações de maneira remota e ajudando a controlar o inventário. Além disso, proporciona mais segurança e garante que todos os dispositivos tenham instalados os aplicativos necessários para o trabalho.

Uma rede de restaurantes em que os garçons anotam os pedidos dos clientes e repassam para a cozinha por meio de um aplicativo, por exemplo, precisa garantir que todas as unidades tenham a mesma versão do programa para que haja um controle. Isso é possível por meio de um gerenciador de dispositivos móveis.

Outro exemplo prático, agora envolvendo a segurança das informações, são os hospitais. Médicos e enfermeiros registram dados dos pacientes em prontuários eletrônicos. Essas informações sigilosas não podem vazar de modo algum e, tendo um gerenciador, fica mais fácil fazer esse controle.

Como gerenciar dispositivos móveis?

Como estamos lidando com dispositivos móveis, o gerenciamento precisa ser feito remotamente, com o uso de um software adequado. Assim, todos os aparelhos que estão sob gestão compartilharão das mesmas “normas” impostas pelo gestor.

Ainda utilizando o exemplo da rede de restaurantes, para garantir que todas as unidades tenham a versão correta do aplicativo utilizado pelos garçons é preciso adotar meios que garantam a continuidade do negócio.

Nesse caso específico, o software ajuda a entregar todos esses aplicativos e garantir que aqueles que não o tenham o atualizem. O software bloqueia o aparelho até fazer a atualização ou faz a atualização automaticamente.

Quando abordamos a questão da segurança, como no exemplo dos hospitais e consultórios médicos que não podem vazar informações dos pacientes, é possível bloquear aplicativos para que as informações fiquem em um “container” seguro.

Assim, não será possível copiar as informações que estão no aplicativo de prontuários eletrônicos e copiá-las para outro local, por exemplo.

Quais são as boas práticas de uso desses softwares?

Quando falamos em boas práticas em relação ao uso de um gerenciador de dispositivo móvel, é preciso mencionar a sua implementação, na qual a plataforma precisa ser configurada.

Assim sendo, o cliente poderá ler a documentação, estudar e fazer ele mesmo a configuração do software, pagando apenas um valor para adquirir a licença do programa. Também há a possibilidade de contratar uma empresa que faça todo esse trabalho.

Como existem duas modalidades de contratação e diversos tipos de licenciamento, é preciso analisar todas elas para escolher a mais adequada para cada tipo de negócio.

Quais são os seus benefícios?

Existem diversos benefícios que são gerados pelas empresas que optam por utilizar gerenciadores de dispositivos móveis em suas rotinas. A seguir, listamos e comentamos os principais deles.

1. Continuidade de negócio

A continuidade de negócio está relacionada à atualização dos aplicativos em dispositivos móveis. Conforme explicamos anteriormente, é possível garantir que todas as unidades ou colaboradores de uma empresa tenham seus aparelhos atualizados.

Além disso, para ter mais confiança e conseguir uma transição de dados mais rápida, é possível usar o gerenciamento de software para distribuir as redes wi-fi que permitam a instalação dos aplicativos.

2. Segurança das informações

Assim como as empresas utilizam antivírus e adotam outros recursos de segurança em seus computadores, o mesmo deve ser feito com smartphones e tablets, pois eles são extensões dos PCs no trabalho das organizações.

O gerenciador de dispositivos móveis possibilita a aplicação de políticas de compartilhamento de dados, as chamadas políticas DLP. Assim, um colaborador pode abrir documentos sigilosos em seus dispositivos e ter a segurança de que os dados não serão perdidos, copiados ou vazados.

3. Qualidade da informação

A qualidade da informação também é garantida por esses softwares, uma vez que haverá padronização de versões de aplicativos.

Isso facilita que as informações sejam repassadas corretamente e que ocorra a administração de dados com mais qualidade.

4. Possibilidade de gerenciamento remoto

É muito complicado fazer a gestão de dispositivos móveis de forma presencial, principalmente nas grandes empresas que têm diversas unidades ou filiais. Por isso, ter a possibilidade de fazer o gerenciamento remoto é algo imprescindível para que se tenha produtividade.

Os gerenciadores de dispositivos móveis têm essa funcionalidade, e o uso pode ser feito de forma remota. Assim, atualizações dos aplicativos, controle da quantidade de aparelhos em uso, entre outras ações, podem ser monitorados a distância pelo responsável por isso na empresa.

Quais são os principais recursos da Navita?

Vivemos em um mundo móvel, em que as pessoas consomem conteúdo em movimento, e os negócios estão sendo mobilizados. Assim sendo, os negócios que não se mobilizam serão passados para trás.

A Navita oferece recursos para auxiliar nesse processo de mobilização, trabalhando com as plataformas mais bem posicionadas no Gartner, renomado instituto de pesquisa que aponta as tendências de mercado.

Como especialistas que somos, prestamos o serviço de configuração e administração dos gerenciadores de dispositivos móveis ou apenas a sua implementação. Tudo de acordo com a necessidade de cada cliente.

De maneira geral, podemos dizer que o gerenciador de dispositivo móvel impossibilita que haja negligência nas empresas. Afinal, quem não faz esse controle está deixando de lado as entradas e saídas de comunicação em qualquer tipo de negócio, pois praticamente tudo é feito por meio da internet, hoje em dia.

Quer saber mais sobre o assunto e como podemos ajudá-lo? Então, não deixe de entrar em contato conosco agora mesmo.

19 de setembro de 20180

Adicionar comentário