Entenda as vantagens e desvantagens do BYOD

Nos dias atuais, quando falamos em tecnologia nas empresas, um assunto que sempre vem à tona são as vantagens e desvantagens do BYOD. São muitas as questões que envolvem essa prática, de modo que os empresários frequentemente questionam os gerentes de TI sobre essa prática.

BYOD é a sigla em inglês para “Bring Your Own Device”, algo que pode ser traduzido para o português como traga o seu próprio equipamento. Dessa forma, os funcionários podem levar seus dispositivos pessoais como notebooks, smartphones, tablets, entre outros, para utilizar nas atividades de trabalho.

Para que você entenda mais sobre o assunto, listamos as principais vantagens e desvantagens do BYOD. A ideia é que você coloque todos os pontos na balança e verifique se esse método de trabalho pode ser eficiente ou não na sua empresa. Confira!

Vantagens do BYOD

Entre as principais vantagens que o BYOD apresenta para as empresas, destacam-se as listadas na sequência.

Redução de custos com equipamentos

Obviamente, ao adotar o sistema de trabalho BYOD, haverá uma redução de custos com equipamentos, pois a empresa não precisará fazer investimento em dispositivos.

Pode não parecer, mas uma empresa que trabalha com vendedores externos, por exemplo, pode ter muitos gastos se precisar comprar um notebook e um smartphone para cada um deles, por exemplo.

Além disso, além da compra dos equipamentos, também há todo um gasto com manutenção, sempre que eles apresentarem algum defeito ou falha que necessitem ser reparados. Tudo isso deixa de ser uma obrigação para a empresa quando se adere ao BYOD.

Maior comodidade do funcionário

O BYOD também garante mais comodidade para os funcionários, pois eles estarão utilizando equipamentos com os quais já têm intimidade e facilidade de utilizar.

Um colaborador que tem um iPhone e gosta muito do sistema operacional iOS pode ter dificuldade para se adaptar a um smartphone empresarial que opere com o sistema Android, por exemplo.

Aumento da produtividade

Quanto utilizam seus próprios equipamentos para realizar atividades de trabalho, os funcionários se sentem mais motivados para finalizar os trabalhos mais rapidamente.

Isso fará com que a produtividade da empresa aumente, com as atividades sendo desenvolvidas em menos tempo e de forma mais rápida.

Mobilidade

A implantação do BYOD proporciona mais mobilidade para as empresas, uma vez que seus colaboradores podem trabalhar em qualquer local, utilizando o cloud computing, por exemplo. Para isso, basta ter acesso à internet.

Esse método, portanto, pode ser útil para as empresas que trabalham no regime home office, que está cada vez mais popular, tendo sido, inclusive, regulamentado pela recente reforma trabalhista.

Desvantagens do BYOD

Apesar de existirem pontos positivos para o uso do método BYOD na empresa, também existem algumas desvantagens. A seguir, falaremos sobre elas.

Falta de segurança

O principal risco que o BYOD traz para as empresas é a falta de segurança. Isso porque, quando são conectados a uma rede de internet, podem ser repassados vírus ou arquivos maliciosos de um dispositivo para outro, por exemplo.

Isso acontece porque a empresa fica impossibilitada de ter um controle sobre o que os funcionários acessam em seus equipamentos quando não estão trabalhando. Assim, se apenas um colaborador não tiver um bom antivírus instalado em seu celular e utilizar a rede Wi-Fi da empresa para acessar a internet, pode comprometer todos os outros dispositivos.

A falta de segurança também está relacionada com as questões de sigilo, tanto no que envolve a empresa, quanto ao que envolve o colaborador. Por engano, o funcionário poderá deixar vazar informações sigilosas da empresa para os seus contatos pessoais, bem como questões de sua vida pessoal podem ser vazadas por engano para colegas de trabalho e contatos profissionais.

Necessidade de aumento da infraestrutura

É impossível que a empresa tenha um controle sobre os modelos e sistemas operacionais utilizados pelos funcionários em seus dispositivos. Desse modo, é bem provável que seja necessário investir na infraestrutura da empresa, por conta de questões que envolvem a compatibilidade.

Se o colaborador tem um iPhone e precisa compartilhar informações de seu smartphone com um computador com software Windows na empresa, poderá se ver diante de um impasse, uma vez que isso não é possível.

Desse modo, para que o BYOD funcione corretamente, a organização teria que se preparar para ter diversos equipamentos, para que não ocorram esses problemas de incompatibilidade.

Falta de separação entre vida pessoal e profissional

A falta de uma fronteira entre a vida pessoal e profissional pode acarretar problemas para os funcionários e também para a empresa. Ao utilizar um smartphone pessoal no trabalho, o colaborador receberá mensagens particulares em seu WhatsApp, notificações de suas redes sociais etc.

Isso pode fazer com que ele tenha perda de produtividade, pois poderá, até mesmo involuntariamente, dispor de tempo ou se distrair com essas intervenções.

O contrário também é verdadeiro e o colaborador estará sempre levando para casa os problemas da empresa. Isso pode fazer com que ele trabalhe em seus horários de folga. Além do desgaste físico e emocional, tal fato pode gerar até mesmo processos trabalhistas contra a empresa no futuro.

Desigualdade entre os funcionários

É preciso levar em consideração que nem todos os funcionários têm as mesmas condições financeiras, nem objetivos pessoais. Alguém que goste muito de tecnologia pode não ver problema em investir o seu dinheiro em dispositivos móveis sofisticados.

Por outro lado, uma pessoa que utiliza os smartphones apenas para fazer ligações e trocar mensagens, pode não ver necessidade de ter um dispositivo de potência mais elevada.

A empresa não pode obrigar ninguém a comprar algo que não deseja, sendo assim, a desigualdade pode fazer com que um aplicativo funcione bem em alguns dispositivos mais modernos, mas não possa ser executado em outros mais simples.

Essas são as principais vantagens e desvantagens do BYOD. Como dissemos, é importante que cada empresa avalie todas elas e assim verifique se é viável ou não adotar esse método de trabalho na empresa. Em todos os casos, vale destacar, deve haver zelo na proteção dos dados da empresa.

Gostou do nosso artigo sobre BYOD? Caso opte por esse método de trabalho, é importante investir em segurança da informação. Para  isso, recomendamos a leitura do artigo “Proteção de dados na empresa: saiba como fazer!”, que traz dicas interessantes para o seu negócio.

Adicionar comentário