Segurança em smartphones – precisamos mesmo correr tanto risco?

Muitas pessoas não têm ideia de que as informações corporativas podem estar em risco apenas por deixar recursos como wi-fi, serviço de localização e bluetooth ativados quando não estão sendo utilizados.

O especialista em soluções para dispositivos móveis da Navita, Fábio Pacheco, explica no último vídeo da série sobre segurança em smartphones e tablets, porque a simples atitude de desligá-los pode contribuir para evitar o vazamento de dados e garantir a segurança do próprio usuário.

Pacheco lembra que esses serviços deixam as informações dos celulares corporativos visíveis para serem interceptadas por qualquer rede local, que pode ter acesso a horários, locais visitados e comportamentos rotineiros do usuário, colocando ele e seu patrimônio em risco.

E por falar em segurança da informação para smartphone, outro aspecto que ele chama atenção neste vídeo é para as empresas que adotam o BYOD (Bring Your Own Device), ou o uso do aparelho pessoal no trabalho.

Aqui, um dos principais desafios é como separar conteúdo pessoal do corporativo, já que os smartphones e tablets, mais do que uma ferramenta de trabalho, passaram a fazer parte da vida das pessoas.

Mas como garantir a segregação do conteúdo corporativo do pessoal?

O especialista explica que há ferramentas específicas para gerar um ecossistema seguro, com informações controladas, permitindo, inclusive, que o funcionário tenha dois aparelhos em um só dispositivo, inclusive, com papel de parede e aplicativos distintos.

Assista ao vídeo na íntegra.

Quer saber mais sobre segurança? Assista aos demais vídeos da série:

Vídeo 1

 

Vídeo 2

 

Vídeo 3

 

Vídeo 4

 

https://www.youtube.com/watch?v=lHtACNwESw0

Adicionar comentário