Saiba como controlar o consumo de dados gastos na sua empresa

Em um cenário cada vez mais conectado, é comum que as empresas recorram a pacotes de telefonia e internet. Essa é uma forma de viabilizar ações para equipes externas, como as vendas ou consultas a aplicativos.

No entanto, o uso incorreto também é bastante frequente, o que gera problemas para o empreendimento. Então, o melhor jeito de evitar algumas situações é controlar o consumo de dados gastos.

Com uma atuação robusta, fica mais fácil entender o comportamento e as necessidades. Para chegar a esse resultado, é essencial saber como verificar esses valores e usá-los a favor da empresa. Continue a leitura e saiba mais!

Acompanhe quatro vantagens de controlar o consumo de dados gastos da empresa

Tão importante quanto contratar um plano de telefonia adequado é verificar como ele é utilizado no negócio. Em relação à internet, especificamente, é indispensável compreender como os dados são explorados e o quanto é consumido em cada período. Para entender, veja quais são as principais vantagens dessa ação.

1. Melhoria da gestão do tempo dos funcionários

O uso da internet pode ser um dos grandes responsáveis por consumir atenção e produtividade dos colaboradores. Controlar essa utilização, portanto, é um jeito de descobrir como o período produtivo tem sido aproveitado.

Se um colaborador usa um app por muito tempo no horário do trabalho, sendo que ele não tem a ver com a função, há uma perda de desempenho. Com um bom gerenciamento, é mais fácil direcionar esforços e conquistar produtividade.

2. Aumento da conquista de resultados

Considere uma equipe externa, que precisa utilizar um aplicativo para lançar vendas feitas em campo. Se a internet é usada incorretamente, na hora de fazer o lançamento, não há rede disponível. Isso leva à necessidade de solicitar um novo pacote, o que gera custos e uma demora extra.

Por outro lado, com o uso correto, todas as funções são executadas de forma imediata e descomplicada. Então, o controle também tem a ver com a produtividade, a eficiência e o bom desempenho. Graças à utilização adequada dos recursos, mais resultados são alcançados.

3. Realização de benchmarking

A coleta de informações serve, também, para efetuar uma comparação com os níveis de mercado. A partir do volume, a empresa consegue saber se tem usado muito mais dados do que os concorrentes, por exemplo. O benchmarking pode indicar a necessidade de controlar melhor certos aspectos, de modo a evitar desperdícios.

Outra possibilidade consiste em comparar os gastos médios com o plano. Ao fazer uma análise, a empresa pode concluir que o contratado está defasado em relação aos concorrentes. Assim, tem a chance de realizar escolhas otimizadas.

4. Redução de custos

Acima de tudo, fazer um bom controle é essencial para diminuir as despesas com os planos de telefonia. Desse modo, é possível reduzir ou evitar o uso incorreto ou usar para fins que não incluem o trabalho. Como consequência, não é preciso contratar pacotes adicionais, os quais são responsáveis por um custo extra.

Também é fácil entender o perfil de utilização e, assim, verificar se o que foi contratado está adequado. Se o limite de internet é mais elevado do que o uso, por exemplo, é possível recorrer a um plano menor e mais barato. Como resultado, é viável diminuir os gastos gerais.

Veja quatro dicas essenciais para o controle do consumo de dados gastos

A melhor forma de obter essas vantagens é realizar um acompanhamento eficiente e que, de fato, ajude a entender o consumo de dados gastos. O importante é ter visibilidade total sobre as informações, de modo a tomar decisões melhores e direcionadas para as necessidades do empreendimento. Na sequência, descubra quatro dicas para fazer um bom controle.

1. Analise o setor e posicionamento na empresa

Para começar, verifique como acontecem os gastos de dados de acordo com as partes do empreendimento. É natural que não haja uma homogeneidade, pois cada área tem necessidades específicas. Então, o esperado é que as equipes externas de vendas usem mais internet móvel do que as internas, por exemplo.

Essa análise de “centros de custo” é essencial para descobrir quais são os grupos ou funcionários que gastam mais e se os valores são condizentes com cada função. Com máximo controle, fica simples tomar boas decisões.

2. Entenda os momentos do uso

Além de verificar se o consumo de dados gastos está dentro do limite, é fundamental analisar em que momento há a utilização dos recursos. Se a maior parte é gasta fora do horário de trabalho, então o uso incorreto é praticamente confirmado. O mesmo vale para momentos que deveriam ser de almoço ou descanso, por exemplo.

Essa análise traz um aprofundamento sobre o comportamento e o padrão de uso. Assim, fica fácil reconhecer quais são os gargalos e como eles devem ser trabalhados.

3. Restrinja aplicativos específicos

Além de manter um bom controle de consumo de dados gastos, é importante evitar o desperdício de recursos. Nesse sentido, vale a pena restringir alguns aplicativos específicos, considerados grandes ofensores do plano de internet.

Os aplicativos das redes sociais e de streaming de vídeos — como Youtube e Netflix — devem ter acesso restrito. Desse modo, há uma redução considerável nos gastos, além de um alinhamento com o que é realmente relevante. É aconselhável que os streamings de vídeo tenham acesso somente quando conectados ao Wi-Fi, também fora do horário de trabalho: o Navita EMM (Enterprise Mobility Management) pode auxiliar nesta demanda.

4. Crie campanhas de conscientização

Para melhorar a utilização da internet, não basta apenas realizar um controle. É importante tomar medidas para diminuir os desperdícios e garantir que o plano seja aproveitado da maneira adequada.

Mesmo ao reconhecer as fontes de desperdício, nem sempre é conveniente falar diretamente com o funcionário ou repreendê-lo. Em muitas situações, isso tem o efeito contrário.

Em contrapartida, o ideal é criar campanhas de conscientização e mostrar quais são os impactos para a empresa e para os colaboradores de um uso incorreto. Demonstrar que o mau aproveitamento gera uma redução na participação nos lucros e resultados (PLR), por exemplo, é um jeito de melhorar o comportamento.

Entenda como realizar o gerenciamento de telecomunicações da empresa

Fazer uma boa gestão de telecom é essencial para gerar máximo aproveitamento de recursos. Tanto para controlar o consumo de dados gastos quanto para verificar outras características, vale a pena utilizar a tecnologia.

Por meio de uma plataforma robusta, é possível entender o consumo de voz e dados, os ofensores do sistema, os padrões de comportamento e mais. Para facilitar o processo, o ideal é que a informação seja apresentada de forma dinâmica e gráfica, sem a necessidade de um especialista para “decifrar” os elementos.

A Navita Connect é uma solução madura e que oferece uma completa gestão de telecomunicações. Assim, o empreendimento tem a chance de otimizar o uso dos recursos.

Fazer um bom gerenciamento do consumo de dados gastos na empresa é essencial para otimizar a produtividade e reduzir os custos. Com uma ação estruturada e de conscientização, é possível atingir resultados melhores.

Para favorecer a sua gestão de telecom, entre em contato com a Navita e veja como podemos ajudar!

Adicionar comentário