Rateio de Custos: O que é? Para que serve?

Quando pensamos no funcionamento de uma empresa algumas questões chamam atenção, e uma coisa que deixa muito gestor preocupado é? Rateio de custos!

Rateio de Custos: Afinal, o que é?

Se trata de um indicador estratégico que pode ser utilizado para acompanhar, controlar e saber como esta os custos da empresa. Quando falamos mais a fundo, o rateio se trata da divisão proporcional de custos.

Com a necessidade de considerar todos os custos, seja direto ou indiretos, focando sempre em trazer um bom funcionamento para empresa.

Com o Rateio podemos mensurar qual setor teve um gasto maior e menor, o que traz um grande benefício, já que por muitas vezes se torna difícil saber de onde está vindo um custo maior, de forma exata, qual setor precisa economizar e onde precisa investir.

Tendo como funcionalidade levar conhecimento sobre os gastos com uma análise eficiente, o Rateio gera uma diminuição nos gastos, maior qualidade no fechamento de novos negócios, saber qual setor rende mais e qual precisa de atenção e como realizar o orçamento seja anual, semestral, quinzenal ou mensal.

Rateio de Custos: Custeio padrão, para que serve?

Como medida de eficiência para um processo produtivo, ou seja, quando comparado a um custo real, identifica os pontos que ocorrem ineficiência e desvio dos recursos.

Tendo 4 subdivisões:

Rateio de Custo Padrão:

que é definido como uma meta dada pela empresa focando em produtos, principalmente o valor e quantidade de materiais que serão usados na produção.

Custo ideal:

Para metas de longo prazo, de acordo om os parâmetros ideais, trazendo eficiência na mão de obra, qualidade, desperdícios necessários.

Rateio de Custo estimado:

Determinado por meio de projeção de futuro que considera uma média de custos obtidos por uma análise do passado, não considerando se ouve alguma ineficiência na linha produtiva.

Custo corrente:

quando se trata deste custo é necessário que a empresa realize estudos para avaliar a linha de produção, tendo como principal foco controlar já que é considerado um objetivo para curto e médio prazo.

Rateio de Custos: Quais são os tipos disponíveis?

Absorção:

Também conhecido como Custeio Integral, leva em conta todos os custos do produto e já inclui a fabricação, valendo para direto ou indireto, fixos e variáveis.

Sabendo que será levado em conta todo o custo envolvendo a produção da mercadoria, ou seja, até a luz que é paga para utilizar as máquinas entra no custo do produto.

Por ele é possível saber como está a produtividade e se está afetando os custos.

Headcount:

É uma variação do rateio por absorção tendo como foco na quantidade de pessoas na equipe e normalmente é utilizado por consultoras.

Atividade:

Quando a empresa busca saber o uso de um custo para determinado produto visando a separação, ou seja, quanto cada setor utilizou a impressora.

Faturamento:

Calculado a participação de cada produto que foi produzido por mês, com isso, o cálculo tem o objetivo de entender o percentual de cada item no fechamento final.

Custos Diretos:

Relacionado a produção do produto e todas as necessidades para que ele exista.

Custos Indiretos:

Tendo sempre maior atenção já que são aplicadas as parcelas proporcionais relacionadas com custos de cada produto de forma indireta.

Com todos esses pontos importantes e sabendo quais são os tipos e para que cada um serve, a pergunta que fica é: como posso usar na minha empresa?

Não basta apenas começar a utilizar, é necessário saber que para ter uma boa resposta alguns pontos são importantes, então entenda como utilizar o rateio da forma mais prática e eficiente.

Por quê utilizar o rateio de custos?

É Preciso estabelecer onde está o maior custo, quais os centros estão tendo gastos maiores e menores, fechar um orçamento de acordo com os gastos.

Quais tipos de custos que pode ser feito rateio?

  • Para gastos com contas que envolvem a infraestrutura do local em que a empresa fica, como por exemplo luz, internet, água, condomínio entre outras.
  • Maquinários custos com depreciação
  • Empresas que prestam serviços, ou seja, terceirizadas
  • Controles de impostos e taxas
  • Salários e encargos sociais
  • Materiais que envolvem funcionários como uniformes, papelaria, comida e manutenção.

Lembrando que não se trata apenas de saber o que pode ser feito rateio, é necessário fazer o controle e acompanhamento de cada custo, com os resultados que saem das análises do rateio é possível ter um melhor controle.

É possível fazer os cálculos dos rateios de duas formas:

Direta:

identificado de forma precisa com o produto pronto e com um método de custeio e critérios de medição.

Indireta:

quando necessita de produção, mas não necessariamente é algo relacionado as custo.

Como podemos ver o rateio tem grande importância quando o assunto é lucro e Eficiência em gastos, algumas funções podem ajudar e muito no bom funcionamento do rateio de custos e auxiliar no bom funcionamento para sua gestão de faturas:

Segregação de Gastos por hierarquia de empresa, projeto ou serviço:

Sabemos que cada setor tem um orçamento pré-estabelecido e para cada centro de custos, existem projetos que tem um custo maior e serviços que precisam de uma atenção, com essa função fica tudo bem detalhado de forma clara e objetiva.

Extração de relatórios, com filtro personalizado na data, para extração mensal ou anual, seja por produto, serviço e instância:

Com um sistema inteligente é possível extrair os dados de acordo com o produto, serviço e instância através de uma Dashboard personalizada que já tem como função facilitar essa busca.

Gráficos com fácil visualização para tomada de ações:

Pensando em facilitar a organização e para que qualquer pessoa entenda a função de gráficos com uma visualização, mas leve auxilia na tomada de ações e traz facilidade no dia a dia.

Acompanhamento do Orçamento(Orçado x Realizado):

Através de gráficos é possível a visualização sobre porcentagem do que já foi gasto do orçamento, quanto ainda tem em caixa e onde deve ter mais atenção.

Gestão do Pagamento, com automação com os principais ERPsdo mercado:

Suas faturas organizadas de forma que você não perca o vencimento, prazo de renovação, e quanto tempo o contrato tem ajuste, se já houve o pagamento, entre outras funções que caminham de forma a auxiliar com o sistema ERPs.

Configuração de Rateio:

o configurador de rateios permitirá que esse novo modelo seja utilizado, embora exija um conhecimento e esforço de configuração um pouco maior do que simplesmente escolher qual modelo aplicar. Não se preocupe, um modelo padrão ou customizado irá atendê-lo!

Solução para ter um Rateio de Custos Eficiente:

Com essas funções e o rateio a empresa consegue garantir que o orçamento e os custos serão utilizados da melhor forma e com zero desperdício, o Navita ITEM é uma plataforma de software que leva a sua empresa um auxílio quando sabemos que garantir o controle das suas faturas e custos pode se tornar algo bem difícil integrado, funcionando também de modo que auxilie ao sistema ERPs e que você como gestor tenha uma entrega clara principalmente quando o assunto e garantir que os lucros cresçam.

Para Saber mais, acesse:

Adicionar comentário