Segurança? Precisamos falar sobre esses índices!

Ei, já parou para observar em como estamos ficando cada dia mais na mira dos bandidos para roubo e furto?

Mas não é apenas isso, agora quando você tem o seu dispositivo móvel furtado ou roubado a preocupação maior é e os meus dados ? Banco? WhatsApp? E-mail?

Pois é, aconteceu recentemente um caso em que o Bruno de Paula um jovem teve o celular furtado e em questão de minutos os dados foram acessados, várias transferências feitas, pix, contato com familiares, foi feito a solicitação do bloqueio do aparelho e chip pela operadora, boletim de ocorrência aberta, mas nada adiantou e lá se foram R$143 mil reais em prejuízo e o pior questão de 24 horas, como lemos no G1 portal de noticias da Globo.

E com isso a pergunta estamos mesmo seguros?

E a resposta é, não!

“O índice de roubo e furto de dispositivos móveis no Brasil hoje é de 100 milhões de aparelhos e cerca de 61% das pessoas no Brasil já sofreu com isso segundo o Tecmundo.”

Ou seja, um número altíssimo tendo em vista que existem cerca de 39% que não sofreram com isso, sabemos que esse número pode diminuir a cada dia.

Sabemos que não é um caso isolado o do jovem morador de São Paulo, que teve um prejuízo tão alto, apenas com o furto do celular, isso acontece e muito.

São aplicativos clonados, dados bancários acessados, e-mails que são enviados, redes sociais, entre tantas ações e o pior em questão de minutos uma quadrilha tão bem organizada que muitas vezes demoramos a notar o que ocorreu!

E quando paramos para olhar os números temos a noção que o problema é muito maior do que se pode imaginar, já que no Brasil temos cerca de 214,5 milhões de habitantes de acordo com o IBGE e aproximadamente 242 milhões de celulares sendo em média 2,1 para cada habitante e ter um índice de 100 milhões de aparelhos furtados e subindo a cada dia é de extrema preocupação, onde sabemos que é maior pois muitas pessoas que são roubadas e ou furtadas nem se quer abre um Boletim de Ocorrência.

Quando olhamos para o índice de acordo com as zonas de São Paulo por exemplo a central é que mais tem sofrido com isso, tendo em vista que também é a de maior valor econômico, com um avanço de 128% nos Campos Elísios, Consolação com um crescimento de 112,8%, Pinheiros na zona oeste com 113,83% e na cidade Dutra zona sul com 334,13% de acordo com O jornal o estado de São Paulo.

Na zona leste o índice foi de 176% o que chama atenção pois pós pandemia esses números estão disparando de forma a pensar o que está acontecendo com a nossa segurança?

Já parou para se questionar e se eu tivesse uma forma de garantir que meus dados fiquem seguros e mesmo que ocorra um roubo ou furto não terão acesso as minhas contas bancárias, aplicativos de mensagens, e-mails, fotos e ou até mesmo saberem onde eu moro?

Garanta segurança, não corra o risco de ter prejuízos e evite que seus dados sejam compartilhados com quem você não deseja.

 

 

Adicionar comentário