O que é MDM? Qual sua importância

Existe um conceito que é muito importante dentro do mundo corporativo, mas que por muitas vezes é negligenciado, ele é o MDM. 

Fato é que todas as empresas dependem de dispositivos mobile para que possam administrar de forma plena os seus serviços. Mas, e quando não existe uma política adequada para cuidar desses equipamentos? 

Não é de se espantar que esse tema possa ser um pouco nebuloso para você, fique tranquilo! Você vai entender abaixo, o que é MDM e o que ele pode representar para o seu negócio

O que é MDM

A sigla MDM vem do inglês e significa Mobile Device Management (Gestão de Dispositivos Móveis). Na prática, o MDM não é uma ferramenta, ou uma plataforma, embora ele possa sim, utilizar ambas para se tornar mais eficiente. O MDM é na verdade, uma estratégia de gestão para os equipamentos mobile de uma empresa. 

Pense por um instante: o que uma empresa deve fazer ao comprar um smartphone, por exemplo? Simplesmente repassar para um colaborador? Logicamente não, é preciso que aconteça uma série de ajustes nesse equipamento. 

Aí entra a política de gestão de MDM, com protocolos que preparam esses dispositivos para transitar pela companhia de forma segura. Agora, você entenderá em detalhes o que significa MDM para uma empresa e como ela pode tirar o máximo proveito da prática. 

Qual a importância do MDM para a empresa?

Antes que você entenda os benefícios do MDM para uma empresa, é importante que você saiba quais são os métodos de utilização existentes.

  • MDM interno: Todo o processo é realizado pela própria empresa, geralmente, pela equipe de TI. Quando os equipamentos são comprados, eles são entregues para o departamento especializado, para que as adequações possam ser realizadas. 
  • MDM externo: É contratada uma equipe especializada nesse tipo de serviço ou então uma plataforma (software) que esteja apta a realizar as padronizações necessárias nos equipamentos. 

Quando o MDM é adotado em uma empresa, a equipe gestora poderá ficar tranquila, pois a utilização dos equipamentos será inteiramente mapeada e contará com regras bem definidas.

O MDM deve ser levado pela empresa, como um recurso necessário dentro da infraestrutura de TI, seja ele um MDM interno ou um MDM externo. 

Sua implantação é fundamental para a manutenção e a segurança dos dados da empresa. As suas aplicações são muito bem definidas, conforme você pode observar. 

As aplicações do MDM

A manutenção do MDM por meio de uma plataforma auxiliar permite que o time de análises técnicas faça importantes observações. Algumas inclusive, que trazem grande praticidade para o cotidiano da empresa. 

  • Bloqueios: As ferramentas auxiliares permitem o bloqueio de aplicações e acessos indevidos, isso garante uma maior segurança para os dados sigilosos. Entenda como indevidos, os acessos externos, aplicativos maliciosos e SPAM;
  • Inventário online: Qual é o status de cada equipamento? Quais estão se tornando obsoletos? Quais necessitam de um upgrade nos protocolos de segurança? Todas as questões são fáceis de serem identificadas por meio do inventário online;
  • Rastreador: Com o rastreador é possível identificar a localização de cada um dos equipamentos mapeados. Isso é possível por conta da conexão com o GPS do equipamento;
  • Atualizar aplicações: É muito comum que os aplicativos passem por atualizações rotineiramente, porém, nem sempre o colaborador estará atento para realizar o update. 

Com uma plataforma de MDM, o time responsável poderá atuar na linha de frente dessa demanda, tudo em grande escala. 

Já deu para perceber o quanto essas aplicações podem mudar totalmente a dinâmica de uma empresa, não é? Isso se torna evidente, quando você observa os grandes benefícios do MDM. 

Os benefícios da sua utilização

Os benefícios da utilização do MDM podem ser resumidos em 3 pontos específicos. Eles são a base da importância dessa metodologia e refletem muito bem o seu significado.

1 – Segurança dos dados: As informações da empresa são sempre sigilosas e, por isso, não podem ser espalhadas.

Se a empresa dependesse da expertise de cada colaborador para implantar mecanismos de segurança nos equipamentos, é mais do que provável que muitos não se manteriam seguros e íntegros com o tempo.

A padronização apresentada pelo MDM garante que todos os dispositivos sigam o mesmo “pacote de segurança”. A prática se torna padrão e eficiente na manutenção da segurança dos dados.  

2 – Padronização de informações: Não apenas na segurança, a padronização é um termo que retrata muito bem um dos maiores benefícios do MDM. 

Dentro dessa padronização, considere, o acervo de aplicativos, os protocolos de segurança e o mapeamento dos equipamentos na rede, fazendo com que sejam detectados para que possam ser otimizados à distância. 

3 – Controle do patrimônio: Saber onde está cada item, qual o seu ID, tempo de utilização, até mesmo o espaço de armazenamento, é uma das grandes vantagens do controle de patrimônio. 

Esse acompanhamento é imprescindível para que a empresa mantenha a integridade dos equipamentos, enquanto estão em posse de diversos colaboradores. 

Atualização constante

E aí, como estão os rumos da sua empresa? Os insights foram valiosos para que você possa fazer um replanejamento das estratégias de gestão dos dispositivos móveis? 

Procure imaginar o cotidiano da sua empresa e quais são os maiores desafios vivenciados por ela atualmente e entenda como os recursos apresentados nesse post poderiam colaborar com essas necessidades. 

Se o material foi importante para você, então continue se atualizando. Acompanhe o blog da Navita e fique informado com as principais notícias que trazem o que há de melhor no mercado das tecnologias corporativas. 

 

Adicionar comentário