FinOps: O que é? Saiba como usar esse conceito na sua empresa

A tecnologia vem avançando a um ritmo bastante acelerado e a cada ano que passa. Inovações são incorporadas a nossa rotina, seja pessoal ou profissional, e uma delas é o FinOps. Mas, você sabe o que ele é e como surgiu?

Com a evolução dos serviços cloud para as empresas, um novo modelo de cobrança surgiu, o custo por uso. Nesse formato, seu negócio paga apenas o que consumir no mês, sem valor mínimo ou máximo de cobrança.

Entretanto, isso acabou gerando um obstáculo financeiro – como realizar o gerenciamento desses custos? Como são variáveis, fica mais complexo ter valores fixos e manter o fluxo de caixa do setor estável.

Por isso foi desenvolvido uma metodologia para agregar valor aos serviços em cloud e manter o grau de previsibilidade financeira, o qual foi denominado de FinOps.

Contudo, para gerenciamento financeiro de operações na nuvem, ele é considerado uma cultura. Dessa forma, permitindo o uso colaborativo dos recursos, melhorando a previsibilidade e gestão dos custos em serviços Cloud.

O gerenciamento adequado dos custos financeiros com FinOps, pode gerar uma redução de até 70% nos custos, de acordo com a Gartner. Isso pode ser a diferença entre manter e crescer seu negócio.

Para você entender melhor o que é FinOps e como isso pode acelerar ou viabilizar suas operações cloud, preparamos esse artigo com tudo o que você precisa saber sobre o tema. Boa leitura!

O que é FinOps, afinal?

Com a introdução em 2006 da AWS e serviços em nuvem onde você paga apenas o valor utilizado, ficou mais complexo calcular os custos financeiros envolvendo servidores, sistemas e diversos outros tipos de produtos e serviços que utilizam Cloud Computing.

Com isso se criou um modelo de operação na nuvem, com as melhores práticas de gestão de gastos variáveis, proveniente de serviços do tipo PAYG (pay-as-you-go em inglês), no qual você paga apenas pelo que consome. Aqui nasce o FinOps.

Sendo assim, o FinOps deve estar alinhado à cultura da empresa para que possa funcionar desde o início dos serviços e durante todo o ciclo de vida dos negócios da empresa que utilizam soluções cloud. 

Qual a utilidade do FinOps

O FinOps permite estruturar melhor os recursos utilizados com serviços cloud, fazendo com que as limitações ou sobrecargas sejam reduzidas ou eliminadas.

Além disso, você pode aproveitar para gerar uma cultura interna mais colaborativa entre os setores envolvidos, aumentando a transparência dos custos e investimentos realizados na nuvem, gerando mais engajamento dos colaboradores.

Quais são os princípios do FinOps?

O FinOps possui 6 princípios adotados e acordados entre os membros da FinOps Foundation, são eles:

  1. Times devem colaborar: como as mudanças tecnológicas ocorrem rapidamente, todos precisam estar atentos e essas transformações para ter um processo mais eficaz;
  2. Todos são responsáveis pelo uso da cloud: todos os colaboradores precisam tomar a responsabilidade do uso dos dados e da cloud, o que impactará diretamente no orçamento;
  3. Um time centralizado lidera o FinOps: para que seja possível um melhor uso dos recursos disponíveis, é importante que a empresa tenha um time capaz de gerir o FinOps;
  4. Relatórios devem ser acessíveis e atualizados: para se ter um maior controle, é essencial contar com um retorno rápido para determinar quais recursos são subutilizados ou super utilizados;
  5. Decisões são guiadas pelo valor agregado da nuvem: poder analisar, como um todo, os benefícios que o FinOps proporciona ajuda a entender seus custos;
  6. Obter vantagens sobre o custo variável dos serviços Cloud: um dimensionamento correto dos recursos ajuda a impulsionar os resultados obtidos.

Dentre os princípios de FinOps não há uma ordem, no entanto devem ser tomados como um todo e colocados em prática para obter o melhor resultado.

Como funciona o FinOps

O modelo de gerenciamento de custos de nuvem possui 3 pilares para que possa funcionar de forma adequada. Cada um deles tem atividades que devem ser desenvolvidas para que o melhor resultado seja obtido e convertido em crescimento e redução de custos com serviços em nuvem.

Informar

Esse pilar se apoia na coleta e visualização dinâmica de dados preferencialmente em tempo real, pois muitos dos serviços são pagos por hora. Aqui são compreendidos todos os custos associados aos serviços para cruzá-los com dados de performance das máquinas em uma preparação para o próximo pilar.

Otimizar

Agora que as informações já estão com o time de FinOps, é hora de tomar as decisões para reduzir custos e maximizar performance das instâncias utilizadas, para que seja consumido o máximo possível do que se dispõe.

Operar

Pilar gerencial do FinOps no qual as estratégias são usadas de acordo com o negócio da empresa. Os responsáveis comunicam os donos dos recursos das ações propostas, alertam sobre desvios e dão sugestões de ajustes de licenciamentos, antecipações e outros.

Benefícios de utilizar o FinOps nas empresas

A metodologia de FinOps não se trata apenas de economizar e reduzir custos com operações em nuvem. Ela é uma cultura, que pode conduzir seu negócio ao crescimento, desde processos internos a colaboração entre setores diferentes.

A transparência das atividades é muito maior, assim fica mais fácil tomar uma decisão de aumentar ou reduzir recursos de serviços cloud. Isso acaba melhorando a eficiência tanto para desenvolvimento de produtos, como na gestão financeira, facilitando inclusive a precificação.

Além disso, com um processo bem definido, a integração de novos membros a equipe dedicada e aos departamentos interligados é mais simples, permitindo criação de novos produtos e processos internos mais rapidamente.

Como aplicar FinOps no seu empreendimento

A introdução do modelo FinOps é considerado um ponto crucial para que seja construído o melhor ambiente cloud possível, que gere lucro e com uma operação bem aproveitada.

Para que isso seja mais do que apenas um modelo e vire uma cultura da empresa,  entregando os melhores resultados, é necessário que os executivos forneçam o  suporte adequado e viabilizem a ideia do FinOps.

Desta forma é possível introduzi-lo na sua organização seguindo uma metodologia composta por 5 passos. Cada um deles exige processos cruciais para que o FinOps seja considerado uma cultura do negócio e possa gerar mais valor.

Planejamento

Essa etapa é essencial, pois é preciso obter informações a respeito dos setores que devem se envolver e serão afetados, quais recursos são necessários e estão em uso, entre outros pontos.

Por isso, é importante que você:

1- Faça sua pesquisa

Antes de pesquisar informações em diversos departamentos da empresa, procure pelos executivos que podem apoiar a transição, conversando pessoalmente com os potenciais padrinhos.

Busque pelas dores de cada setor, como custos dos serviços clouds em uso, falhas de previsibilidade dos custos e brechas em relatórios de custos. Procure quais grupos/setores e indivíduos da sua empresa que são afetados por essas dores e explique que essa nova solução poderá eliminá-las.

Crie um plano

Coloque no papel o futuro, com um apelo comercial, com um discurso de acordo com as necessidades da sua empresa. Identifique se as ferramentas utilizadas atendem a necessidade do seu plano, ou se é necessário investir em outras.

Identifique o setor que será responsável pelo FinOps, que pode ser o Financeiro ou TI, por exemplo. Caso a organização tenha muita complexidade, pode ser que um departamento dedicado seja criado, com uma equipe exclusiva.

Nesse ponto, identificar e criar KPIs (indicadores chaves de performance) que serão utilizados para medir o funcionamento do FinOps, bem como o engajamento dos times e performance do negócio.

Provisione recursos iniciais

Aqui faça uma coalizão das mudanças, com padrinhos já envolvidos e peça indicação dos executivos que devem estar na liderança do processo. O roadmap é fundamental para encontrar o necessário para iniciar.

Para toda preparação é necessário recursos financeiros, obtendo as aprovações necessárias para iniciar as mudanças. 

2- Socialização

Planejado a implantação do modelo FinOps, é necessário comunicar a todos que serão afetados e que trabalham nos setores relacionados. Aqui os gestores devem transmitir:

  • Os valores centrais para a mudança
  • Um breve sumário de como será o futuro da organização
  • Compartilhar o roadmap

Isso deve ser acompanhado de discussões dos KPIs, dos pontos de interação entre equipes e modelo específico para o negócio da empresa.

3- Preparação da organização

Já nessa etapa, uma avaliação da organização é necessária, para saber se ela está pronta, com metadados, rótulos e categorização organizacional.

Deve-se iniciar o projeto, configurar e testar, para garantir que tudo saia de acordo. Ao finalizar os testes, com os devidos KPIs, veja se ajustes de alertas de uso e consumo são necessários, para não ter perda do controle de custo.

Faça com que o corpo executivo esteja engajado, demonstrando as vitórias adquiridas com a operação FinOps, inclusive com reuniões regulares para ajustes de KPIs e de práticas dos times envolvidos.

4- A iniciação do FinOps

Com o terreno todo preparado, testes realizados e alertas ajustados, com devidos KPIs, é hora de pôr o FinOps para rodar em toda organização em larga escala.

Execute os planos conforme as reuniões, para que os ajustes surtam o efeito desejado e gerem o melhor caminho possível.

5- Rodando FinOps

Por fim, com a operação em funcionamento, é fundamental que sejam implementados recursos novos e melhores e ajustados os KPIs, para que seja possível uma adequação ao cenário do seu negócio.

Faça a progressão para que os resultados continuem dando mais retorno e a empresa possa evoluir com previsibilidade dos custos da cloud computing.

Como o FinOps pode ajudar sua empresa

Como você pode ler até aqui, o FinOps é uma metodologia que deve ser implantada e conhecida em todos os níveis e setores que utilizam tecnologias e serviços Cloud.

Além de regularizar os custos envolvidos com operações na nuvem, o FinOps pode agregar valor aos seus produtos, dando mais visibilidade para as oportunidades, inclusive auxiliando no desenvolvimento de novos produtos.

Outra ajuda que o FinOps pode dar para sua empresa é a elevação da transparência e colaboração entre diversos setores que utilizam tecnologias da nuvem.

De que forma a Navita pode ajudar seu negócio?

A Navita possui diversas soluções para todos os negócios envolvendo tecnologia. Com o Navita Cloud você terá insights e relatórios para melhorar o ambiente Cloud, visando redução de custos e segurança.

Pensando em sua liberdade de uso, o Navita Cloud pode utilizar quantos serviços forem necessário sem medo de exceder o orçamento e gerar prejuízos.Seu corpo de desenvolvimento pode se focar em gerar produtos melhores e mais rentáveis.

Conheça nossas soluções!

Adicionar comentário