Você já ouviu? Celular PIX!

“E chegamos naquele ponto onde ficou inviável ter aplicativos bancários no celular pessoal, mas precisamos mesmo de tal atitude?”

Para entender o que é um celular do PIX?

Recentemente temos visto vários casos de roubo de celulares onde o principal agravante é a utilização do PIX para roubo nas contas bancárias, como por exemplo Bruno de Paula um jovem que teve mais de R$140mil retirados de sua conta como citado na matéria do G1.

Com isso diversas pessoas estão recorrendo a métodos para ter segurança e não correrem o risco de um prejuízo grande ou pequeno. Dessa forma, os usuários da ferramenta estão buscando soluções viáveis e isso gera diversas perguntas, por exemplo: Deixar de ter aplicativos bancários no celular? Utilizar dois celulares? Não usar nenhuma chave PIX? Uma das opções que mais tem sido utilizada é o celular do PIX, mas o que é?

Pensando na maneira de facilitar a vida de quem tem o receio de tal perigo, seria um dispositivo onde:

  • Será possível baixar apenas os aplicativos bancários,
  • Com um perfil pessoal e um secundário como bancário com senhas diferentes,
  • Bloqueio de aplicativos por senhas,
  • Aplicativos ocultos
  • Mesmo que sua senha e biometria sejam alteradas em configuração a do perfil seguro não mudaria, ou seja, não seria possível entrar.

Pontos muito importantes e que com toda certeza garantem segurança, mas compensa comprar um outro celular para ter tais benefícios?

As vantagens seriam um pacote de benefícios com ênfase em segurança e você se sentiria confortável em ter aplicativos bancários no celular, uma chave PIX, ou até mesmo não colocar em pasta segura para não correr riscos.

Mas existem desvantagens, a primeira pergunta é: quanto custa? Por que ter dois celulares? Comprar para deixar em casa?

A resposta é que não compensa, pois o valor mínimo destes celulares gira em torno de R$ 1.250,00 e alguns mais de R$ 3.300,00, ou seja, um valor alto para um dispositivo que vai ficar em casa.

Por fim, você pode ter todos esses benefícios, sem deixar o celular em casa, evitando o uso de dois aparelhos por conta dos riscos que o usuário pode ter.

Adicionar comentário